quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Convidando os padrinhos!

Na última sexta o contador de dias ali no lado marcava 365 e para comemorar resolvemos reunir alguns dos nossos padrinhos para comer uma pizza e comemorar o que eu chamei de nosso Pré-Aniversário de Casamento! Hehe. Chamei assim porque alguns não sabiam que seriam nossos padrinhos.
Resolvi investir no convite ao invés de uma lembrancinha no dia porque eu farei muita coisa para o casamento e, dessa forma eu pude adiantar o esforço e ainda dar um presente inesquecível para eles. Escolhemos 10 casais de padrinhos e já chamamos oficialmente 7 deles. Esses foram os padrinhos chamados na última sexta:


O que eu fiz para as madrinhas:




Uma ecobag com um coração de juta e uma faixa de renda, um colar escrito LOVE, uma embalagem para colocar esse colar, um bombom e o convite mesmo.

E para os padrinhos:



Uma caneca de plástico transparente com o nome de cada um, dois bombons e o convite.

E aí, o que acharam? Assim que der posto os DIY´s e os convites dos outros padrinhos.

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Vestido dos sonhos! Parte II (A revolta! Hehe, espero que a última)



Nesse sábado eu aproveitei que o noivo não estava em Curitiba para tentar ver alguns vestidos. O problema é que eu trabalho de manhã e, nem lembrei, que o comércio aqui em Curitiba fecha depois das 13h no sábado. Entendo, mas fica a questão: como posso ver qualquer coisa se trabalho de noite até as 19h ou 20h e sábado de manhã?
Acho que fiquei mais irritada por ver COMO aconteceu isso. Foi assim: depois da minha frustração com as lojas mais famosas - ou pelo menos conhecidas - daqui, resolvi ser mais seletiva e cheguei a quatro nomes de lugares onde iria procurar meu vestido. Vi que dois se localizavam em um mesmo bairro de Curitiba e chamei uma madrinha para ir comigo ver esses lugares. Como não tive tempo para pegar o endereço certinho acabei deixando um dos lugares pra lá e fomos no outro que eu consegui achar na internet.
Chegamos lá por volta da 13:20. Eles estavam com as portas semi-abertas, mas tinha gente lá dentro (os donos). Perguntei se eles estavam fechando e um homem me respondeu que já tinham fechado e que todas as vendedoras tinham ido embora. Expliquei que era noiva e que tinha esse problema de horário por causa do trabalho e etc. Além de ele não me atender, disse que seria melhor se eu marcasse um horário em um sábado até, no máximo, as 13h. Quando eu obviamente não conseguiria chegar!
Não consigo compreender como esse povo pensa, sério! As vezes me sinto julgada por não usar roupas caras ou um sapato lindo e ter mil horas livres na minha semana. Nos outros locais que fui ver vestido já havia sentido um pouco desse preconceito e, eu e minha amiga sentimos de novo ali. Não sei explicar, mas sei que se estivéssemos melhor vestidas, talvez no atendessem. E não é só nas empresas de casamento, essa minha madrinha é casada e disse que quando ela e o esposo saiam para comprar móveis percebiam esse mesmo preconceito... a ponto de terem que ir para casa se arrumar antes de entrar em uma loja! Um absurdo...
Chegar com uniforme de trabalho ou com uma calça jeans básica e uma camisa te torna incapaz de comprar? Não sei quem que está errando, se são os donos de empresas em seus treinamentos, os próprios vendedores ou se é uma questão de cultura no estado ou no país... mas eu não me conformo com isso. Poder ser pouco escrever aqui e me recusar a voltar lá, mas sinto que preciso fazer alguma coisa.
Bom, ainda consegui conversar com uma moça que faz vestidos de noiva  no sábado, mais tarde. Mas deixa essa história para um post menos revolts! Hehe. Vocês já sentiram isso meninas? Ou é só por aqui que existe esse preconceito?

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Novidades!







Boa noite meninas! Estou cansada, mas postando para não deixar isso aqui esquecido e me lembrar que vai chegar o tempo em que as novidades serão mais rápidas do que eu poderei postar. E que esse dia chegue logo! Não vejo a hora de estar casaaada! Haha.

Bom, o que aconteceu nesse meio tempo:
  •  minha melhor amiga ficou noiva! e vai casar em abril a doida... vou tentar ajudá-la no que puder e meu tempo permitir. O bom é que agora podemos procurar as coisas juntas, conversar sobre casamento o tempo todo, etc.  
  • comecei a fazer um curso de noivos na minha igreja! Muitoo bom o primeiro encontro, tivemos uma DR gospel hehe. Foi bom para acertarmos algumas coisas que ainda queremos melhorar para sermos o melhor que pudermos e continuarmos buscando ser pessoas melhores. 
  • "paguei" mais uma parcela do local onde vamos nos casar e aproveitei a viagem para medir as mesas para minha vó começar a fazer as toalhinhas que irão na parte central delas. Talvez esse ano quando eu for para lá passar o natal algumas já estejam prontas e eu possa mostrar aqui.
  • comecei (finalmente) a fazer o nosso convite para as madrinhas e já encomendei parte do dos padrinhos também. Arrumei tempo onde não existe para fazer e espero poder adiantar um pouco o serviço nesta semana. Depois que eu entregar (se Deus quiser ainda nesse ano!) eu mostro aqui...
  • fechei a minha maquiagem para a e-session! :) 
  • conversei com um amigo nosso que vai fazer decoração para nós sobre as minhas ideias e ele gostou de tudo, disse que é tranquilo de fazer. Fiquei muito feliz.. MESMO.
 Acho que foi isso, mas eu estou mais empolgada e feliz! Tudo vai dar certo.. hehe.

sábado, 21 de setembro de 2013

Des-ânimo...

Não sei o que aconteceu, mas o bicho do desânimo me mordeu também. Digo também pois andei vendo descrições fiéis do que eu estou passando em blogs de outras noivas ou ex-noivas. Queria decidir mil coisas, mas não tenho o dinheiro e nem o tempo para fazer isso. Isso é difícil para mim pois antes eu podia compensar minha falta de grana fazendo meus DIY bem loucos e isso me deixava feliz. Mas, arrumei um emprego, comecei a trabalhar, fui promovida e agora entre trabalho, cuidar da casa e do noivo tempo não me sobra...
Pelo menos estou tendo condições de guardar um pouco mais do que antes, mas vou te dizer que isso me realiza bem menos do que fazer minhas coisas pro casamento. Não estou tendo tempo nem para ir para a academia e, acho eu que por causa disso, fiquei doente. Queria ter mil coisas para escrever aqui e contar para vocês que estou realizando mas, infelizmente, não é assim.
 Minhas últimas tentativas de pesquisa de alguma coisa foram frustradas, tentei ir em um ateliê lindinho de uma mulher que faz vestidos para ter uma noção de como ficaria meu vestido dos sonhos e, quando chego lá, ela estava viajando. Fui fazer um orçamento com uma maquiadora que eu ameei o trabalho (vou casar de dia, quero uma maquiagem que diga NOIVA, mas que não seja muito pesada). E, adivinha? Fora do orçamento. O noivo me convenceu que era dinheiro demais para gastar em maquiagem e cabelo, só. 
E ai, parei. Tenho mil planos, mil lugares para ir (a falta de carro atrapalha um pouco, confesso)... e eu sei que as coisas vão acontecer, que Deus tem um tempo para tudo, que eu pedi formas de ganhar mais dinheiro para ter o casamento que eu sempre quis e esse pedido foi realizado.  
Foco nas coisas boas, certo? Que logo a gente deixa o DES de lado e sobra só o ÂNIMO. 

Beijos! E força pra todo mundo...  

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Decoração - DIY ou procurar um fornecedor que seja a sua cara?



Desde que eu resolvi embarcar nessa história de fazer o nosso casamento sair dos padrões e ficar REALMENTE a nossa cara tenho enfrentado uma dificuldade enorme na decoração (coloquei nas fotos algumas das minhas principais inspirações). Por enquanto fiz diversos 'orçamentos' por e-mail e dois pessoalmente com o pessoal da decoradora. Nestes orçamentos por e-mail, procurei os fornecedores mais conceituados nesse estilo que eu gosto para ter um padrão por onde começar - porque eu realmente não tinha ideia do que seria muito ou pouco para um orçamento de decoração. Obtive o máximo de orçamento de 8 mil reais - completamente fora da minha realidade - que já me fez repensar sobre o que eu poderia realmente ter na minha decoração.
Nos orçamentos que fiz conversando com a decoradora e ela vendo o que eu queria certinho tive as seguintes impressões: 
  • Na primeira, um orçamento de R$ 3.600,00, até que razoável. Mas achei muito pobrezinho de detalhes, é uma empresa nova e eles não tem mobiliário quase nenhum e as opções não eram muito diferentes ou alternativas.
  • Na segunda, tive uma decepção maior, mas acho que foi porque fiquei mais esperançosa que daria certo. Gostei muito da personalidade dela e de como ela aceitou bem minhas sugestões e inspirações e ainda me trouxe outras ideias diferentes que gostei muito. O problema foi que perguntei, para ter uma noção - porque ela só me mandaria o orçamento depois de dois dias - se ela achava que sairia mais do que R$ 3.500,00 e ela disse que pelo que havíamos conversado, não. Além de demorarem bem mais do que os dois dias previstos me mandaram um orçamento que incluía coisas das quais não havíamos comentado na reunião e com o valor de R$ 4.600,00. 


 Depois disso parei de procurar um pouco para analisar algumas coisas e me surgiu, novamente, a ideia de fazer minha própria decoração. Não sou nenhuma artesã e nem tenho pretensão de ser, mas alguns blogs daqueles que eu indiquei aqui me deixaram achando que eu poderia realizar grande parte das coisas que queria (principalmente por querer uma decoração rústica), só não me garanto nas flores. Tenho um conhecido que faz flores para casamentos que ficam lindas, mas nada profissional, o que baixaria o custo. O problema é que eu precisaria que ele ou alguma outra pessoa ficasse responsável por arrumar a decoração e me sinto constrangida em pedir para alguma amiga - que estaria se arrumando neste horário - fazer isso para mim. E ai fica a minha dúvida... faço minha decoração ou contrato para evitar dor de cabeça?

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Economizando - Como se organizar...

Para a grande maioria das noivas o orçamento é a parte mais difícil e, como pra mim não é diferente, e eu permaneço desempregada - se Deus quiser isso muda logo - tenho que me organizar para ver onde posso economizar e pra saber exatamente como gastar. Não tem segredo, tem que anotar tudo que compra e quanto antes melhor! 
Quando comecei achei que era impossível e que ia sempre dar errada a conta mas, aos poucos, foi dando menos diferença e eu fui aprendendo a anotar tudo mesmo e técnicas para lembrar muito tempo depois. Minha primeira técnica foi, um caderninho para anotar tudo certinho e uma tabela no Excel (download aqui) ideias retiradas do Morando Sozinha. Ajudou muito e me fez enxergar a importância de anotar meus gastos e entender para onde estava indo o dinheiro, hoje consigo economizar muito mais. Além de ter mais consciência de quanto gastei no dia.

O Caderno

Quando resolvi adotar a ideia de um caderno para organizar minha vida e, principalmente, minhas finanças... pensei em fazer um como a Franciele e as leitoras dela fizeram. Mas, nas minhas andanças pelo centro da minha cidade natal (São Vicente/SP) achei esse que é pequenininho - ideal para colocar na bolsa - e já tem as divisórias de plástico e etc. Para facilitar minha vida, coloquei uma caneta daquelas que tem 4 cores em uma amarrada com um fio transparente desses de fazer biju que tem uma certa elasticidade. Assim eu não tinha desculpa para não anotar!


Eu colocava o nome do mês (cada um de uma das 3 outras cores disponíveis), o dia em que eu tinha gasto, o dinheiro e em que. Dá pra entender melhor na foto, né? Depois, no final do mês, passava para a planilha ai de cima que facilitava ainda mais a visualização dos gastos.
O que mudou:
  •  Percebi que gastava dinheiro demais (para a minha atual situação) comendo fora e resolvi me aprimorar em novas receitas para sair do todo dia a mesma coisa na cozinha - que faz qualquer um querer comer fora.
  • Nesse período também entrei na academia - que noiva não quer emagrecer? - e comecei a pensar melhor nas comidas que comprava no mercado: menos leite, pão, embutidos e chocolate e mais alimentos integrais, salada e frutas. Consegui emagrecer 4,5 kg, mas agora no inverno está meio difícil de ir na academia e me manter jantando salada, estou tentando pelo menos manter meu peso.
  • Passei a separar um dinheiro fixo para o casamento. Se eu não gasto comprando algo para os preparativos, coloco na poupança. E, se sobra alguma coisa no mês, vai pra poupança. Meu objetivo é tirar dinheiro só para pagar os contratos.
  • Percebi quanto dinheiro preciso para sobreviver e quanto gasto em coisas supérfluas. Como atualmente minha mãe e minha avó me ajudam a me manter aqui, sei quanto preciso ganhar de salário quando eu - finalmente - conseguir me empregar para me sustentar sozinha e para guardar uma graninha.
Um dos meus presentes de formatura foi um celular com Android, mas o que isso tem a ver? É que agora eu faço tudo isso através de um aplicativo para o celular. Chama-se Finanças. No início é meio complicado de entender como ele funciona, mas tem a facilidade de ele calcular seu saldo do mês sozinho e eu posso marcar direto no aplicativo assim que eu chego em casa todos os meus gastos. É tudo divido em categorias e você ainda pode criar suas próprias se preferir. Você pode ver gráficos e comparativos de gastos entre os outros meses. 
Esse foi o meu início de como poupar para o casamento, e vocês? Como fazem para poupar? Ou economizar?

terça-feira, 16 de julho de 2013

Planejando - Onde me inspiro!

Essa história de planejar casamento (nunca imaginei ser tão difícil), tem um lado bom também que é conhecer outras noivas que estão passando pelos mesmos problemas em busca de o casamento dos sonhos que não nos deixe esposas endividadas. Para ajudar nesta busca temos alguns recursos além do Pinterest, claro...
 BLOGS (esses são os que mais acompanho no bloglovin!)
 Casando Sem Grana

Vamos Casar

Noivando Casando Amando

Realizando um Sonho

Noivos em Apuros
GRUPOS NO FACE
Meu Casamento Curitiba

Noivas de Curitiba

Vou Casar

Noivas Evangélicas de Curitiba

APLICATIVOS NO CELULAR (ANDROID)
Our Wedding - sim, é em inglês, mas foi o que eu achei melhor para administrar os gastos, ele já tem tudo demarcadinho... você só precisa anotar os valores que ele já divide entre aqueles tópicos e você tem uma noção onde você vai economizar para gastar em outro lugar.

E vocês, se inspiram onde?

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Planejando - Meu fichário organizador!

Quando comecei a organizar as coisas do casamento, logo depois que terminei de escrever minha monografia, resolvi montar um fichário. Apesar de eu gostar de tecnologias e até usar o computador e celular para planejar vários aspectos do casamento, queria ter algo físico, não só pra escrever o que eu queria, mas para guardar folhetos e informativos sobre fornecedores.
Resolvi encapar um fichário daquele menores para poder levar facilmente para qualquer lugar. E lembrei desse tutorial no blog da Melina. Nem se quisesse explicaria melhor! Hahaha.

Comprei divisórias que eu já mudei uma vez, e ainda vou ter que mudar mais uma.. as prioridades mudam. As informações importantes também. Mas me ajuda a manter em ordem o que quero fazer e como. Desenhei (bem mal por sinal) mais ou menos o que eu queria para a decoração o que me facilitou na hora de conhecer decoradores, porque sabia o que eu queria de básico e o que aquele fornecedor me oferecia a mais. Mas depois eu conto certinho sobre a minha procura, que ainda não terminou, por decoradores.


O mais engraçado é que desde que eu fiz mudei a paleta de cores da  decoração 2 vezes e o fichário continua combinando com as minhas ideias! Hehe. E vocês, como organizam os preparativos?

terça-feira, 9 de julho de 2013

Vestido dos Sonhos

Semana passada fui, pela primeira vez, procurar vestidos para locação. Que situação difícil! Sei que está super cedo para resolver vestido (e ouvi isso muitas vezes durante a minha primeira procura) mas, estou pensando na possibilidade de comprar o vestido pela internet. E, para fazer isso, preciso experimentar alguns vestidos e ver o que fica bom no meu corpo.
Fui em uma rua aqui de Curitiba que tem vários locais de aluguel de roupa de festa e de noiva e fui entrando em todos (no final acabei deixando de entrar em alguns porque estava ligeiramente chateada). Bom, já digo que não me apaixonei por vestido nenhum! Sei que eu sou chatinha pra escolher, mas eu quero estar MUITO linda e o vestido é a maior parte do look da noiva. Vi muito vestidos iguais (ou extremamente parecidos), caros e com pequenos detalhes faltando, pedrinhas caindo.. uma tristeza. Resolvi entrar, então, em um local bem famoso aqui em Curitiba, que eu sabia estar fora do meu orçamento, mas eu queria saber se valeria a pena. 
Nunca fui tratada tão mal, e ainda mais por ser uma loja de vestidos de noiva, que custam uma fortuna! Um dos vestidos que experimentei custava R$ 8.500,00 A LOCAÇÃO. Piada! Bom, cheguei nesta loja 12:45, tudo bem que é horário de almoço e eu poderia ter ido mais tarde ou mais cedo (mas fico pensando nas noivas que, por exemplo, só tem esse horário para provar vestidos) e umas das primeiras coisas que a vendedora nos disse foi: "Tenho que bater o cartão daqui a 15 min". E assim foi, me atendeu em 15 min! Provei 3 vestidos, sendo que nenhum era do tamanho correto para mim e, cada um que eu tirava, ela dizia para a outra vendedora que estava ajudando: "Ok, este já foi, pode guardar". Sai de lá com a certeza que não voltarei, nem indicarei a ninguém!
Mas também sai com a impressão de que o vestido que eu quero não existe (tudo bem, foi drama). Resolvi fazer uma lista do que eu quero e do que não quero no meu vestido:
O que eu não quero do meu vestido de noiva:
  • Que me faça parecer um bolo.
  • Que seja muito sexy ou muito decotado.
  • Que pareça vestido de 15 anos.
  • Que eu precise usar salto (meu noivo é do meu tamanho).
  • Manga comprida.
  • Tomara-que-caia, daqueles que fica aparecendo demais.
  • Que fique desconfortável de qualquer forma (apertado, quente, pinicando, caindo, etc).
O que eu quero do meu vestido de noiva:
  •  Estar linda e me sentir assim.
  • Poder me movimentar tranquilamente.
  • Combinar com o espaço e o horário do casamento.
  • Se possível, que tenha manguinhas.
  • Que seja Off-white (não sei porque, não curto muito os vestidos brancos).
  • Que tenha renda.
  • Que seja a minha cara.
Voltei a minha pastinha de inspirações e separei alguns dos vestidos que eu mais gosto para vocês verem (imagens tiradas do google).





E aí, o que acharam? Algum dia faço um post com os vestidos da pó de arroz, que são lindos... mas com os quais eu só posso sonhar...

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Coisas de Casa - Primeira compra!

Ontem fomos dar uma volta no centro, depois do meu primeiro passeio pelas lojas de aluguel de vestidos (gente que sufoco!). Entramos na Pernambucanas e vimos este jogo de facas e uma tesoura super útil e barato! Além de ser muito bonitinho tudo colorido.. acho lindo cozinha que os utensílios são todos coloridinhos.


Minha felicidade foi tão grande porque desde quando eu passei a morar sozinha aqui em Curitiba eu tenho uma faca faz tudo! Hahaha. Pelo menos posso ficar tranquila que quando casar não vou mais precisar usar aquela faca para tudo...

quarta-feira, 3 de julho de 2013

D.I.Y. - Pregadores para varal de fotos

Este final de semana fizemos um buffet de sopas na igreja em que eu e meu noivo vamos para os nossos amigos. Eu ajudei a fazer as coisas da decoração e, uma das ideias, era ter um varal de fotos para podermos dar como lembrança deste dia para os nossos amigos. Nosso orçamento, como sempre, era mínimo. Não dava para comprar aqueles pregadores beem pequeninos e bonitinhos, resolvi transformar o bom e velho pregador de roupas em algo mais bonitinho.
Mas, antes de começar qualquer projeto de decoração é necessário definir uma paleta de cores, escolhemos azul, vermelho e amarelo por serem cores vibrantes e a alegres. Então, fui atrás de tag's nessas cores e encontrei neste site estas que usei nas fotos do final do post. O bom desse kit (que originalmente é de dia dos pais) é que tem diversas coisas que facilitam para improvisar quando uma parte da papelaria já está semi-pronta. Bom, vamos ao DIY!

Materiais:
- pregadores de madeira
- cola
- papéis que combinem com a sua decoração
- régua
- estilete

É muito fácil de fazer, vocês já devem imaginar. O que da mais trabalho é cortar o papel certinho do tamanho da "frente" do pregador. As medidas que eu tirei foram, 7,5 por 1 cm. Depois de cortar cada tirinha, coloquei cola no pregador e depois de colar o papel passei um pouco de cola diluída para fixar e dar acabamento.

foto: Hanna
Depois, é só montar o varal com alguma linha de sua preferência. Eu usei uma vermelha daquela enceradas (dá pra ver na primeira foto). E dispor como achar melhor na parede. Abaixo, algumas outras fotos de detalhes do varal e de outras partes da decoração que fizemos lá.

foto: Hanna
foto: Hanna
foto: Hanna
foto: Hanna
foto: Hanna

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Check List - Local

Segundo ítem riscado da nossa lista de coisas para fazer! Dessa vez o mais difícil deles, acho que devo ter feito uns 60 orçamentos desde aqueles lugares que eu fui no início do ano. E eu já tinha visto a Chácara das Paineiras, mas não tinha achado nada demais. Deixei o orçamento deles na minha lista de possibilidades e segui procurando, mas por indicação de alguns amigos que tinham ido em um casamento lá e gostado tanto do local como da comida, voltei a olhar o site do local.


Depois de muita conversa sobre o que nós gostaríamos pro nosso casamento (um local aberto, com verde) versus o que poderíamos pagar (buffet comuns aqui de Curitiba). Resolvemos ir ver a Chácara das Paneiras e, então, descobrimos uma das melhores vantagens de lá. Ao contrário da maioria das chácaras que orcei, ela se localiza no meio da cidade e bem pertinho da casa do meu noivo. Não tem nenhum hotel próximo ou salão conhecido, mas fica a 20 minutos do centro.


Por ser no meio da cidade, é um lugar "pequeno" pra uma chácara, mas tem um espaço pra casar ao ar livre que era o que queríamos. É tudo muito simples por lá o que nos agradou bastante, além do fato de ser gerenciado por uma família o que, a meu ver, facilita bastante as coisas.


Antes de fecharmos por lá, levei minha mãe para ver o espaço, entrei em contato com uma noiva que realizou o casamento lá para perguntar como foi o atendimento, visitei o espaço decorado duas vezes e provei a comida do buffet.



Fechamos o pacote com o DJ da casa e ainda estamos estudando a possibilidade de fechar com a decoração e a cerimonial deles. O que facilitaria pela comodidade dos profissionais conhecerem bem o espaço e tal.


O que me fez fechar: o fato de não cobrarem aluguel do espaço, a possibilidade de casar em um espaço aberto sem ficar longe de tudo e que poderia exigir contratação de transporte para os parentes que vierem de longe e a comida ser bem caseira.

 Separei as minhas fotos preferidas do local. E ai, o que acharam?

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Planejamento - Escolhendo a data!

Follow my blog with Bloglovin


Para nós essa escolha só não foi pior que a temida lista de convidados! Sim, cada um queria uma coisa. Eu e meu noivo somos pessoas com gostos MUITO diferentes e isso se mostrou essencial na escolha da data. Porque? - você me pergunta. E eu te respondo que eu amo frio e ele curte calor, ele quer ir pra praia na lua de mel e eu queria ficar num lugar friozinho e gostoso de ficar junto, eu queria em uma data boa para o pessoal que vem de fora (tipo um feriado pra dar mais tranquilidade) e ele queria uma data próxima das férias (ambos seremos até a data - se Deus quiser - professores), ele queria casar no ano da copa e eu exigia que meu irmão estivesse aqui (ele vai passar um ano na Inglaterra pelo Ciência Sem Fronteiras). Bom, da pra perceber que foi difícil mas, ele cedeu aqui e e eu acolá e chegamos à 13 de dezembro de 2014.E, com esta decisão, pude colocar finalmente, a contagem regressiva aqui no blog e começar a fechar contratos com certeza!
Confesso que neste quesito eu cedi mais, primeiro porque eu assumi a organização do casamento sem assessoria e, sabendo que posso poderia ficar meio "possessiva" com as decisões resolvi designar algumas coisas para ele e tentar não me preocupar com isso (a parte mais difícil de delegar). E, uma delas foi a data, eu tenho um problema sério com verão, não gosto. Haha. Mas é sério, tenho 3 alergias que só aparecem no verão, suo muito e passo muito calor nesse sol Curitibano (que eu espero que esteja presente no nosso dia). Maas, enfim, me casarei no verão. Uma boa maquiagem, cabelo preso e tentar achar um vestido mais fresquinho serão minhas incumbências mais difíceis. E agora a segunda coisa que deleguei para ele - a lua de mel - fica ainda mais complicado de entrar em consenso... mas isso é assunto pra outro post. 
E pra vocês? Como foi escolher a data?

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Check List - Fotografia e filmagem

O primeiro item da nossa check list que pode ser riscado! Que felicidade... (eu sou a louca das listas e adoro riscar um item delas). Mas, voltando ao assunto, escolhemos nosso fotógrafo que também vai fazer a filmagem do nosso casamento. Esse era um item que eu sabia que não poderia economizar mas, não tenho um orçamento tão alto assim então, com algumas indicações de amigos, fechamos com o Ênio Salgado. O trabalho dele é muito bom e estou confiando que vai valer a pena, quero minhas fotos espontâneas e lindas pra eu mostrar com muito orgulho pra TODO MUNDO.


 O que me fez fechar: além da qualidade do serviço e indicação de amigos, a flexibilidade no pagamento, o pacote ser bem completo, o material impresso ser muito bem feito e a simpatia dele e da família toda!
 Vou colocar algumas das minhas fotos favoritas pra vocês verem o trabalho dele. Mas se vocês quiserem acompanhar o trabalho entrem no blog que as fotos lá são atualizadas sempre.












Lindas, né?

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Não fechei mas gostei - Mini Wedding em Curitiba

Na minha procura incessante por espaços para o casamento (que parece ter terminado, conto quando estiver tudo certo), entrei em contato com o pessoal da Sievollo e quase tive um treco com as fotos! É o lugar mais charmosinho que eu já vi aqui em Curitiba, BEM o estilo que eu queria pro casamento. O problema, é um espaço pequeno e só comporta 150 pessoas, o que no meu caso não é suficiente. Mas fica a indicação para quem precisa de um espaço simples e lindo pro casamento.
Não cheguei a ver o local pessoalmente, mas as fotos super me convenceram. A parede de tijolinhos, o mobiliário e a simplicidade (não consegui pegar as fotos no site para mostrar, mas é bem fácil de encontrar lá). E o melhor o preço é SUPER justo! 
E o mais fofo, esses dias a Débora, responsável por lá, me ligou pra ver se eu tinha interesse, coisa que ainda não tinha me acontecido com os montes de fornecedores com os quais eu entrei em contato. Gosto muito dessa atenção extra super necessária para as noivas! Então, fica aqui minha indicação para casamentos um pouco menores.

Beeijos s2

sexta-feira, 10 de maio de 2013

O que é estar noiva?

Não vou dizer que eu sempre quis casar, com toda a pompa e etc. O sonho que realmente me acompanha desde pequena é ser mãe, mas ficar noiva me deu uma outra perspectiva do assunto CASAMENTO. É que existe tanta coisa pra ver, tanta opção, tanta cor, tantas formas que eu fiquei confusa. Muito do meu tempo livre - andando de ônibus ou lavando louça - eu gasto pensando no casamento e sei que algumas pessoas me consideram meio doida (estamos prestes a fechar com o espaço do casamento e buffet) não temos nem uma data com certeza! 
Foi quando, nas minhas andanças por blogs de casamento DIY para se inspirar encontrei o da Capitu, ou melhor, o da Michele. Ela se casou em 2010, mas fiz como faço quando acho que a história do blog vale a pena e comecei pelo início e já me apaixonei pelo blog, pela franqueza e riqueza em detalhes. Ler os post's iniciais de planejamento dela me deixou mais tranquila ou, pelo menos, deixou claro que não sou só eu que pirei nesse negócio de estar noiva e planejar casamento.
É dificil, às vezes parece que estou tentando o impossível, parece que o dinheiro não vai dar, que não vou conseguir um emprego (agora que me formei estou oficialmente classificada como desempregada), que a decoração que eu quero não existe, que achar alguém para fazer que cobre um valor razoável é improvável, que se eu fizer não vai dar certo e mais muito outros pensamento ruins que passaram pela minha cabeça nos últimos tempos. Digamos que não ter minha mãe perto pra me ajudar atrapalha, mas eu tenho que agradecer as queridas Suzan, Dani e Thaise por me darem a oportunidade de falar sobre casamento (o que mais quero fazer nesses tempos) e dicas de como fazer para deixá-lo com a nossa cara, minha e do Rodrigo, que já aproveito pra agradecer também por aguentar as crises de pessimismo e entender que eu estou fazendo tudo o que posso. Mas o que me tranquiliza é que eu sei que  as coisas vão acontecer como e quando Ele desejar.
Ah, sabe aquela paleta de cores que eu tinha colocado aqui, então MUDOU TUDO. Pois é, eu que sou uma pessoa tão decidida, percebi que o que eu estava planejando não era a nossa cara. Era meio que uma idealização dos casamentos que eu ja vi. Mas porque o nosso tem que ser parecido com qualquer outro? Tem que ser nosso isso sim! E, ainda meio indecisa sobre as cores, decidi que quero um casamento com uma cara mais rústica e simples.
Agora é esperar porque o tempo que parece andar devagar agora, mas que vai voar daqui a pouco. 

Até (:

sexta-feira, 3 de maio de 2013

Casamentos.com.br


Esse negócio de organizar as coisas para o casamento dá um trabalhão e qualquer ajuda é bem-vinda! Tentei diversos sites que auxiliariam, mas o que eu mais gostei foi esse:


Não indicaria se não tivesse realmente gostado, de verdade. Assim que você se cadastra ele já diz quanto tempo falta para o casamento e te dá uma lista de tarefas para realizar. Outro espaço legal é o dos convidados, pra mim esse foi o que mais ajudou (até agora) e o mais diferente dos outros tantos que me cadastrei. 



Neste gestor de convidados você registra todo mundo que você quer chamar (o que dá um certo trabalho, mas compensa), dá pra colocar em grupos do tipo Família do Noivo, Amigos em Comum, etc. O bom é que você já coloca que tipo de menu aquela pessoa exigiria de acordo com o buffet que foi contratado e pode ver quantos menus adulto, criança ou bebê você terá que contratar. Tem também um espaço de estatísticas que diz quantos homens, mulheres e crianças vão - o que ajuda na escolha da quantidade lembrancinhas, etc. Depois você pode marcar quem já confirmou e como pode colocar e-mail e endereço ajuda na hora de enviar os convites. Eu tinha feito uma lista no Excel, mas as minha habilidades lá são ínfimas e achei esse espaço bem mais prático e ajuda bastante.
Além disso, o site tem diversos fornecedores cadastrados e um sistema de resposta rápido e eficiente. Fóruns para as noivas conversarem sobre o que a gente mais gosta, espaço pra criar o site do seu casamento, para separar os convidados por mesa e um orçamentador que ajuda a calcular quanto você quer gastar e quanto já gastou. Eu gostei muito de como o site é organizado! Espero que ajude as noivas em desespero por organização que nem eu, hehe.
Esse final de semana vamos ver mais espaços e venho com meus depoimentos para vocês depois, até!

terça-feira, 16 de abril de 2013

Procurando Local! Espaço Vip.

O segundo lugar que vimos aqui em Curitiba foi o Espaço Vip e tenho que dizer que fui muito bem atendida, desde os e-mail's até a visita pessoalmente tivemos que chegar mais cedo por causa de uma formatura que tinhamos que ir e a Gracielli nos atendeu muito bem apesar do corre corre da arrumação que estava rolando lá (as fotos utilizadas neste post foram enviadas pela Graci, elas estão melhores do que as que eu tirei).



O espaço é bem legal para casamentos pequenos, não fica aquela impressão de vazio pois eles tem a possibilidade de diminuir o salão. O espaço é bem localizado e tem um estacionamento amplo (apesar da rua ser tranquila e muito convidados - segundo a Graci - deixam os carros na rua mesmo). 


Eles comportam no mínimo de 100 convidados e, no máximo, 250. Eles oferecem dois tipo de aluguel, um que é só do espaço que inclui mobiliário básico, limpeza, manutenção e Ecad; e o outro que é com a festa completa e inclui decoração - pra não se preocupar com nada mesmo! Ouvi falar muito bem da comida deles e você pode provar o cardápio de um casamento que eles estejam realizando ou ir em um evento que eles realizam com outros fornecedores.

O que mais gostamos: a possibilidade do pacote completo - dá pra ver nas fotos que a decoração vale a pena - e a localização.
O que menos gostamos: difícil essa, acho que foi o preço estar um pouco fora do nosso orçamento e o fato de só ter um banheiro - o qual, segundo eles, terá sido reformado até a data do casamento (dezembro/14).
Faremos a nossa segunda seção de visitas nas próximas semanas e talvez uma visita em um worlshop aqui em Curitiba neste final de semana, assim que der dou notícias!

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Quando ele pediu... e eu disse sim!

Vou aproveitar o feriado na casa da mãe (que tem uma internet decente nessa vida) para atualizar o que eu puder aqui do blog. Quem sabe essa vida de desempregada não acaba logo e eu consigo colocar uma internet razoável em casa... bom, tirando os devaneios da minha primeira fase da vida - que eu me lembro - que não sou uma estudante, vamos ao vídeo.




E foi assim que eu virei noiva... eu sei que o está meio ruim de entender algumas partes, mas a emoção dá pra sentir!

Te amo, Rô!

sexta-feira, 29 de março de 2013

Procurando um local!

Já faz um tempinho que minha mãe veio para fazermos as primeiras visitas a possíveis locais pro nosso casamento aqui em Curitiba. E de cara já ficamos supresos, os três locais que fomos já tinham datas de dezembro de 2014 reservadas (estamos repensando se dezembro é o mês ideal para nós)! Bom, de qualquer forma, vim aqui relatar para as possíveis noivas de Curitiba os locais que eu fui e o que achei deles.
Antes de ir propriamente aos locais vou explicar pra vocês o que estamos buscando: por termos parentes e amigos vindo de outros estados gostariamos de ter a cerimônia e a festa em um mesmo local e que o local fosse acessível, queriamos também um lugar simples que pudesse caber os nossos provaveis 170 convidados (se a lista não aumentar mais) sem ficar parecendo que sobrou espaço demais e, obviamente, com um preço que caiba em nossos bolsos.

Mirante Barigui

vista do local
Espaço para 250 pessoas para jantar e 350 para coquetéis. Possue um deck especialmente usado para realizar a cerimônia, muito bonito mas que não comporta muita pessoas - ou seja, alguns convidados teriam que ficar em pé. 



O espaço do salão é bom, e eles tem uma estrutura flexível para quantidades menores de convidados. Além de exelentes opicionais para quem quer uma boa pista de dança. O não gostamos muito foi da compartimentação dos espaços, não tem como ver tudo que está acontecendo da mesa dos noivos.



O que mais gostamos: Um fator que gostamos neste espaço foi que a decoração está inclusa no pacote e eles tem diversos estilos de decoração já realizados, além do mobiliario, iluminação, iluminação e som da pista, 2 TV's e suíte da noiva. Tudo isso por um preço que achamos justo. 
O que menos gostamos: o estacionamento tem um valor de R$ 15,00 por carro (menos o dos noivos e o dos pais dos noivos). Acho meio chato as pessoas terem que pagar alguma coisa no seu casamento.
 Contato: site e telefone: (41) 9610 - 9845 e (41) 9208 - 4932.

Para o post não ficar muito longo, paro por aqui e depois eu venho contar o que achei dos outros lugares que visitei...